Paraibano é preso por dizer que era diácono e aplicar golpes no Paraná

Um homem foi preso em Cruzeiro do Sul, na segunda-feira (1º), suspeito de se passar por diácono da Igreja Católica para aplicar golpes.

Segundo a Polícia Civil de Paranacity, o falso diácono fez um pequeno procedimento odontológico e pagou R$ 200,00 por PIX. O dentista conferiu depois e percebeu que o dinheiro não havia sido enviado. Ele chamou a polícia e disse que o cliente havia se apresentado como diácono.

O suspeito ainda está preso.

Nesta quinta-feira (5), a Arquidiocese de Maringá divulgou uma nota sobre o assunto alertando os católicos.

O suspeito apresentava uma ‘Ata de Ordenação Diaconal’ pela Arquidiocese de Brasília, que negou a veracidade do documento em nota pública. O mesmo homem teria se apresentado como padre em Salvador. A Arquidiocese de Salvador também divulgou uma nota pública a respeito do caso.

Em nota, a Arquidiocese de Maringá recomenda “a todos que fiquem atentos a pessoas que se passam por lideranças religiosas católicas para aplicar golpes. Em caso de suspeita, procure a autoridade policial.”