TCE diz que denúncia do presidente da câmara de Logradouro é improcedente e obra de praça será retomada

Uma controvérsia envolvendo a construção da nova praça em Logradouro ganhou destaque nesta semana, quando o presidente da Câmara Municipal fez uma denúncia formal ao Tribunal de Contas, alegando irregularidades no processo de licitação e execução da obra. No entanto, após uma análise minuciosa, o Tribunal de Contas considerou a denúncia improcedente, e a construção será retomada na próxima segunda-feira.

A denúncia levantada pelo presidente da Câmara gerou preocupação e debates na comunidade, com muitos questionando a transparência e legalidade do projeto. No entanto, após uma investigação detalhada, o Tribunal de Contas concluiu que não havia fundamentos para as alegações feitas.

O presidente da Câmara, ao fazer a denúncia, afirmou que estava agindo em prol da fiscalização e transparência na gestão pública. No entanto, a decisão do Tribunal de Contas deixou claro que não foram encontradas irregularidades que justificassem interromper a obra.

Com a denúncia sendo julgada improcedente, a construção da praça será retomada na próxima segunda-feira, conforme anunciado pela prefeitura de Logradouro. O projeto, que visa melhorar o espaço público e proporcionar mais áreas de lazer para os moradores, estava paralisado desde o início da controvérsia.

O prefeito Marinaldo cruz, expressou sua satisfação com a decisão do Tribunal de Contas e reiterou seu compromisso em garantir a transparência e legalidade em todos os projetos municipais. “Estamos ansiosos para retomar a construção da praça e oferecer à comunidade um espaço de convivência de qualidade”, afirmou o prefeito.

A retomada da obra representa um passo importante para o desenvolvimento da cidade e reflete a importância da fiscalização responsável e transparente por parte das autoridades locais.