Lula visita Rio Grande do Sul pela segunda vez, Lira, Pacheco e Fachin acompanham
Compartilhe:
Pin Share

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste domingo (5) que não haverá “impedimento da burocracia” para que o poder público adote medidas em nível federal para ajudar a recuperar o estado do Rio Grande do Sul.

“Não haverá impedimento da burocracia para que a gente recupere a grandeza deste estado”, disse Lula, que garantiu recursos para reconstrução de rodovias.

Lula deu a declaração ao participar, em Porto Alegre (RS), de apresentação de integrantes do governo federal e do governo estadual das ações já adotadas na região. O estado enfrenta uma tragédia sem precedentes, causada pelas fortes chuvas.

A fala foi feita após o grupo político sobrevoar as áreas afetas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Pouco antes da declaração de Lula, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), defendeu que o Congresso Nacional discuta alguma medida “totalmente extraordinária”, e o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, falou na possibilidade de se adotar um regime jurídico “especial” e “transitório” em razão da tragédia.

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.