Ana Sophia: polícia conclui inquérito sem encontrar corpo da menina
Compartilhe:
Pin Share

A Polícia Civil concluiu o inquérito do caso Ana Sophia, a criança de 8 anos que desapareceu em julho de 2023 no distrito de Roma, no município de Bananeiras, no Brejo paraibano. O caso foi oficialmente encerrado sem a que polícia tenha encontrado o corpo.

De acordo com o resultado final do inquérito, Tiago Fontes matou Ana Sophia, ocultou o corpo da menina e tirou a própria vida dois meses depois de ter cometido o crime.

Segundo a polícia, após encerrar o inquérito, as autoridades enviaram o documento para a Justiça. Em nota, as autoridades afirmaram que as análises feitas para conclusão do inquérito foram pautadas por análises técnicas de vestígios digitais e análise de imagens de câmeras de vigilância realizadas pelos investigadores.

Ana Sophia desapareceu em 4 de julho, por volta de 12h, quando pediu à mãe para ir brincar na casa de uma colega, como era de costume. A menina de 8 anos era acostumada a andar pelas ruas do distrito de Roma, no município de Bananeiras. Ela se despediu por três vezes e saiu usando um vestido azul florido. Ana Sophia foi até a casa da colega, mas não permaneceu por muito tempo, pois a menina estava de saída com a família para Solânea, cidade vizinha a Bananeiras.

O inquérito concluiu que o crime foi premeditado por Tiago Fontes. Segundo as investigações, essa conclusão foi atingida, após pesquisas encontradas no celular do investigado, que foi encontrado morto em novembro.

“Tiago planejou o crime 4 meses antes. Em março ele já pesquisava como matar asfixiada uma criança de 7 anos, idade de Sophia na época”, afirmou Diógenes Fernandes, ainda no ano passado. Ele é um dos delegados responsáveis pelo caso.

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.