Barragem de Cajazeiras, no Sertão da PB, não tem risco de rompimento, afirma Dnocs
Compartilhe:
Pin Share

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) do Governo Federal informou na manhã da quarta-feira (17) que os problemas registrados pela população de Cajazeiras na Barragem Engenheiro Ávidos não representam riscos generalizados à região. Nas últimas horas, diante de fortes chuvas na cidade do Sertão da Paraíba, a população produziu vídeos e fotos de um buraco na represa, o que provocou medo nas pessoas, mas os técnicos informaram que isso não significa um colapso da estrutura.

O buraco que se formou, segundo o Dnocs, aconteceu por causa da pressão da água das chuvas numa barreira de contenção chamada de ensecadeira. Ela existe para conter o fluxo da água quando o açude sangra.

Isso significa que, caso a ensecadeira de fato se rompa, e o açude venha a sangrar, isso vai significar um maior fluxo de sangria e um aumento mais rápido do volume dos rios.

O Dnocs, de toda forma, informou que preventivamente vai abrir as comportas da barragem, para retardar a sangria. Essa água que será liberada vai para o Açude São Gonçalo e posteriormente para as Várzeas de Sousa.

 

 

g1

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.