Festa Literária de Dona Inês celebra Literatura e Educação na serra paraibana
Compartilhe:
Pin Share

A pequena e aconchegante cidade de Dona Inês, localizada entre o brejo e o curimataú paraibano, será palco da arte e literatura entre os dias 2 e 5 de maio, com a realização da primeira edição da Festa Literária de Dona Inês (FLIDI).

Este evento inédito promete transformar o município em um ponto de encontro para amantes da literatura e educadores, com uma programação que engloba mesas redondas, oficinas, lançamentos de livros e apresentações culturais.

Sob o tema “Literatura e Educação para o desenvolvimento humano”, a FLIDI homenageia este ano a escritora Maria Valéria Rezende, uma figura emblemática da literatura contemporânea brasileira, cuja obra se entrelaça com os temas da educação e do ativismo social. “A FLIDI não é apenas um evento cultural, é uma afirmação de que Dona Inês é um território fértil para a educação e a literatura, capazes de inspirar e transformar comunidades”, afirma o Secretário de Turismo e Cultura, Josenildo Fernandes.

Este festival literário promete não apenas celebrar a literatura, mas também inspirar os participantes a considerarem o poder transformador da educação e da leitura no desenvolvimento humano e comunitário, é o que acredita a idealizadora idealizadora do projeto, a escritora e produtora cultural Valeska Asfora, que conheceu Dona Inês quando foi convidada à lançar o seu livro, lembra que além da riqueza natural e cultural da cidade, se surpreendeu com a quantidade de pessoas presentes ao evento e o interesse.

“Imediatamente me pareceu uma cidade com todas as condições para realizar um evento literário de maior porte, voltado a formação de leitores, a exemplo dos festivais literários que ocorreram na Paraíba até 2016/2017. Fiz a proposta ao secretário de Turismo e Cultura, Josenildo Fernandes que, prontamente compreendeu e aceitou a ideia”, lembra Valeska.

 

 

Com MaisPB

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.