Pessoas espancam homem após notícia falsa de ser um estuprador

Após ser confundido com o tarado de Santa Rita, o grupo responsável pelas agressões a homem que teve o pescoço cortado deverá ser preso. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta segunda-feira (1), o delegado Cristiano Santana, repudiou a tentativa de fazer justiça com as próprias mãos e revelou que o grupo já foi identificado.

“Já coletamos algumas informações. Em si confirmando e com a identificação, não há a menor dúvida. Trata-se de um crime e terá o responsável”, disse o delegado.

O caso aconteceu em Rio Tinto, no Litoral Norte, na noite do último sábado (30). Testemunhas gravaram vídeos em que comentam que um homem estava com uma foice para atingir o suspeito de ser o estuprador. Circula uma foto em que o homem aparece com o pescoço ferido. Moradores de Santa Rita se reuniram em buscas para tentar render o estuprador, renderam um inocente e não chegaram ao verdadeiro criminoso.

 

 

Clickpb