Suspeito de ordenar ataque que incendiou ônibus e matou motorista é transferido para a PB
Compartilhe:
Pin Share

O suspeito de ordenar um ataque que incendiou um ônibus e matou o motorista, em João Pessoa, Lindemberg Vieira, que estava preso no Rio de Janeiro desde fevereiro, foi transferido para a Paraíba neste sábado (23). As informações são da Polícia Civil.

O homem é apontado pela polícia como chefe do Comando Vermelho na Paraíba, e determinava a realização de ataques, roubos e homicídios, além de liderar o tráfico de drogas na cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa.

De acordo com a polícia, Lindemberg Vieira vai ficar preso na Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes, mais conhecida como PB1, em João Pessoa. O suspeito foi conduzido para a Paraíba por policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco) e ao chegar em solo paraibano foi escoltado por policiais penais.

O ataque ao ônibus aconteceu no dia 18 de julho de 2023, no bairro do Padre Zé, na capital paraibana. Passageiros ficaram feridos e o motorista teve 54% do corpo queimado, morrendo dias depois no hospital. No dia 7 de novembro de 2023, sete pessoas foram indiciadas por envolvimento no caso. Dos envolvidos no crime, quatro estão presos, dois estão foragidos e um morreu em briga entre facções.

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.