Comandante do Exército ameaçou prender Bolsonaro, diz ex-chefe da Aeronáutica
Compartilhe:
Pin Share

O ex-comandante do Exército Freire Gomes declarou em depoimento à Polícia Federal que ameaçou Jair Bolsonaro (PL) de prisão caso o ex-presidente insistisse em tentativa de golpe.

O ex-comandante do Exército também afirmou em depoimento que ele e o ex-comandante da Aeronáutica, Carlos Baptista Júnior, se manifestaram contra as medidas. Segundo Freire Gomes, a minuta apresentada aos chefes das Forças Armadas é a mesma encontrada pela PF na casa do ex-ministro da Justiça de Bolsonaro, Anderson Torres.

O único que teria se posicionado a favor da minuta teria sido o comandante da Marinha, Almir Garnier, que se colocou à disposição de Bolsonaro.

No depoimento, Freire Gomes informou que Anderson Torres oferecia uma espécie de assistência jurídica para que esse documento fosse viabilizado.

 

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.