BOMBA! jornalista revela que várias câmeras escondidas foram descobertas no Hospital Padre Zé
Compartilhe:
Pin Share

A descoberta de câmeras escondidas por todas as salas da administração do hospital Padre Zé, sugere uma vigilância meticulosa e calculada, capaz de abalar a sociedade paraibana. Revela o jornalista Clilson Júnior

No epicentro deste turbilhão de corrupção, somente esta semana foram descobertas dezenas de câmeras escondidas e camufladas, não estamos falando de câmeras de monitoramento, estamos afirmando que diversas câmeras ocultas foram descobertas dentro da Fundação, as câmeras secretas do Padre Egídio, que por muito tempo foram seus olhos que tudo viam, gravando horas de negociações que poderá desvelar os mais obscuros segredos entre o clérigo e figuras proeminentes – políticos, empresários, e até autoridades do setor da saúde. Este suposto e vasto arquivo de gravações ameaça não apenas expor a magnitude da corrupção, mas também desencadear uma tempestade sobre aqueles que acreditavam estar protegidos pelo manto da influência e do poder.

Até o meio-dia deste domingo (4), 10 câmeras camufladas e escondidas foram descobertas e nas próximas horas o Hospital passará por uma varredura.

A bomba estar armada e pronta para explodir! A primeira leitura é que o padre Egídio gravou tudo e todos, igualmente como fez Daniel Gomes da Cruz Vermelha, delator da Calvário! Este cenário apocalíptico pinta um quadro de uma sociedade à beira de uma revelação catastrófica, onde as gravações secretas detidas pelo Padre Egídio representam uma caixa de Pandora, cuja abertura pode desencadear consequências imprevisíveis. O desdobramento deste escândalo tem o potencial não apenas de punir os culpados, mas também de forçar uma reflexão profunda sobre os mecanismos de poder e corrupção que operam nas sombras da sociedade paraibana.

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.