Presidente da câmara de Curral de Cima alega que é falso ofício de entrega dos balancetes, virou caso de polícia
Compartilhe:
Pin Share

Mais um desdobramento da celeuma envolvendo a prefeitura de Curral de Cima, litoral norte da Paraíba, a presidência da câmara municipal, o Tribunal de Contas e agora a delegacia de Polícia Cívil.

Durante a semana o TCE bloqueou as contas da prefeitura devido a falta de envio dos balancetes de junho a dezembro de 2023, como é obrigatório para a câmara. Na sequência a prefeitura emitiu uma nota dizendo que enviou todos os dados e as contas já teriam sido desbloqueadas, mas agora o muido ganhou um novo capítulo.

Conforme apuração do @blogdofelipesilva o presidente da câmara, vereador João Ribeiro registrou um boletim de ocorrência na delegacia de polícia em Mamanguape, no B.O ele alega Falsidade Ideológica em um ofício recebido pelo vice presidente Almir Farias, dando conta que a prefeitura teria entregue os balancetes. Conforme apuração, no boletim João alega que os documentos não foram entregues aos demais vereadores até a data do dia 26/01, alega ainda que pelas filmagens não conseguiu identificar a ida do vereador Almir as dependências do prédio da câmara.

 

O espaço está aberto a todos os citados.

 

 

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.