Polícia cumpre mandados na Paraíba contra grupo suspeito de clonar perfis de ministros para aplicar golpes
Compartilhe:
Pin Share

A Polícia Civil do Distrito Federal realiza na manhã desta terça-feira (7) uma operação contra integrantes de um grupo suspeito de se passar por ministros do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para aplicar golpes financeiros. Os agentes cumprem oito mandados de busca e apreensão em Recife (PE) e em João Pessoa (PB).

Segundo as investigações, os integrantes da organização clonavam perfis de aplicativo de mensagem de autoridades do primeiro escalão do poder Executivo, utilizando imagens, nomes e informações colhidas em fontes abertas.

Os suspeitos entravam em contato com diretores e presidentes de órgãos públicos e privados e solicitavam ajuda para alguma situação. “Geralmente com o pretexto de ajudar outras pessoas, os falsos ministros contatavam as vítimas e lhes pediam que realizassem transferências via Pix para alguma pessoa necessitada”, informou a polícia.

Em um dos casos, um suspeito se passou por um ministro e entrou em contato com o presidente de uma associação comercial sediada no interior de São Paulo. Na conversa, o criminoso pediu que fosse feita uma transação financeira, que seria ressarcida em seguida.

Até o momento, foram identificadas como vítimas do grupo criminoso, entre outras autoridades, os seguintes ministros:

• Juscelino Filho (Comunicações)

• Camilo Santana (Educação)

• Renan Filho (Transportes)

• Rui Costa (Casa Civil)

• Luiz Marinho (Trabalho)

• Carlos Lupi (Previdência Social)

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.