PC pede prisão de homem que se passava por missionário em Pirpirituba, acusado de ser estelionatário
Compartilhe:
Pin Share

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Pirpirituba, instaurou Inquérito Policial e solicitou a prisão de falsário que se passava por missionário de uma igreja evangélica para aplicar golpes nos fiéis.

Segundo o Delegado Wagner Dorta, mais de dez pessoas procuraram à Delegacia da cidade nesta terça-feira (31) para registrar ocorrência. Todos alegaram que são frequentadores de uma igreja evangélica de Pirpirituba, e que no mês de setembro um homem identificado como Fábio Rodrigues de Sousa, de 43 anos, começou a frequentar a igreja, passando-se por missionário, informou que era natural do Estado da Bahia e que trabalhava vendendo equipamentos eletroeletrônicos financiados.

O criminoso oferecia celulares de alto padrão, televisores, geladeiras com valores a abaixo do mercado e informava que todos os equipamentos seriam entregues no último dia 30, e solicitava uma entrada no valor de R$ 200,00 e o restante parcelado em 10 vezes.

Quando chegou o dia da entrega os compradores não receberem os produtos e com isso perceberam que se tratava de um golpe. Após levantamentos iniciais, a Polícia descobriu que Fábio Rodrigues de Sousa é um estelionatário natural de Colatina, Espírito Santo, com atuação em atos ilícitos em vários Estados da federação.

Há registros de crimes praticados pelo falsário nos Estados da Bahia, Tocantins, Paraíba, Pernambuco, dentre outros. Atualmente o golpista encontra-se foragido. Um pedido de prisão foi protocolado e está sendo apreciado pelo Poder Judiciário.

 

Márcio Rangel

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.