Compartilhe:
Pin Share

Uma verdadeira bomba-relógio. Foi assim que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) definiu um carro que usava gás de cozinha como combustível na Paraíba. O veículo foi apreendido na noite dessa segunda-feira (16) enquanto transitava na cidade de São Mamede, no Sertão do estado. O motorista foi detido.

Tudo começou quando agentes da PRF visualizaram o veículo sem iluminação traseira. Ao abordar o veículo e iniciar a fiscalização, a equipe constatou que além de estar sem as lanternas traseiras operando, o carro estava com todos os pneus em mau estado de conservação e sem os equipamentos obrigatórios, como chave de roda, macaco e triângulo de sinalização.

Durante a fiscalização, os policiais identificaram que o veículo estava com o licenciamento atrasado e encontraram um botijão de gás de cozinha que era usado como combustível para o carro. Segundo a PRF, o veículo “representava uma bomba relógio, devido ao risco iminente de provocar acidentes devido às condições precárias e gambiarras flagradas”.

O motorista, de 46 anos, contou à polícia que o carro havia sido vendido e que estava levando o veículo de Patos com destino a Campina Grande, para o comprador. O condutor foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Judiciária pelo crime de usar GLP em motores.

 

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.