Compartilhe:
Pin Share

O advogado José César Cavalcanti Neto, que foi flagrado por câmeras de segurança de um condomínio agredindo uma mulher dentro do elevador em 28 de setembro, teve a prisão preventiva mantida após audiência de custódia realizada na manhã desta terça-feira (17). Ele foi preso durante a madrugada por ameaçar duas testemunhas dentro da Delegacia da Mulher, o que se configura como um crime de coação no curso do processo.

Após audiência de custódia no Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca de João Pessoa, a prisão do advogado foi mantida e ele foi encaminhado para o Presídio Especial Valentina de Figueiredo, também na capital.

O advogado foi preso na madrugada desta terça-feira (17), no bairro do Bessa. De acordo com a delegada Cláudia Germana, o advogado ameaçou duas testemunhas dentro da Delegacia da Mulher, que, segundo a delegada, se configura como um crime de coação no curso do processo.

De acordo com a Polícia Civil, José César Cavalcanti Neto foi preso por volta das 5h40 no bairro do Bessa, no mesmo condomínio onde as agressões foram capturadas por câmeras de segurança em 28 de setembro. Equipes policiais começaram as buscas pelo advogado na segunda-feira (16), passando por alguns endereços, e só o localizaram na madrugada desta terça.

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.