Compartilhe:
Pin Share

Ao efetuar rondas na Avenida Dom Pedro II, na cidade de Guarabira, agreste Paraibano, a guarnição da Força Tática, foi informada por um cidadão, que estaria havendo uma vias de fato em um bar na praça João Pessoa, no centro da cidade e que possivelmente uma das partes portando arma de fogo.

Chegando ao local para verificar a referida denuncia um cidadão, apresentou-se como uma das partes envolvidas. A guarnição solicitou que o mesmo colocasse as mão na cabeça, para que fosse verificado se ele estaria portando algum tipo de objeto que colocasse em risco a vida da guarnição, o mesmo se recusou dizendo que não poderia ser abordado, tendo em vista que era guarda municipal na cidade de Duas Estradas-PB, e mesmo se estivesse armado, não haveria problemas pela função que exerce, novamente a guarnição pediu tranquilamente e com educação e o mesmo não quis obedecer, ao pedir pela terceira vez e o mesmo se recusando, foi necessário uma forma mais enérgica para que o mesmo obedecesse este efetivo e fosse feita a busca pessoal, tendo em vista o zelo pela vida da guarnição, assim como a do mesmo e de populares que estavam em volta. Ao ser realizada a busca pessoal o cidadão começou a usar palavras improprias com este corpo policial, e também era perceptível que o mesmo tinha altos sintomas de embriagues.

Após a devida abordagem, e mesmo ele não estando armado, a guarnição informa que foi necessário o uso de algemas devido à resistência oferecida pelo acusado, que foi conduzido até a delegacia de polícia civil para os procedimentos que o caso requer.

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.