Compartilhe:
Pin Share

O Governo Lula promete lançar ainda neste mês de setembro um edital para a criação de uma rede de atenção de especialidades pelos estados brasileiros que esteja apta a realizar de forma célere e gratuita, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), exames médicos como os de tomografia, ressonância magnética, endoscopia, colonoscopia e de coração.

O anúncio foi feito em João Pessoa pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), que nesta terça-feira (12) lançou o Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na Paraíba. A solenidade aconteceu no Espaço Cultural José Lins do Rêgo.

De acordo com o ministro, cada estado vai poder apresentar projetos que prevejam suas próprias redes de exames de média e alta complexidade, desde que priorizem unidades regionais. Citando a Paraíba, por exemplo, que possui 12 gerências regionais de saúde em seu território, Rui Costa ponderou que o ideal é que “cada uma possa ter a sua unidade”.

Em discurso durante o evento, Rui Costa explicou que o objetivo do projeto é minimizar o que ele chama de “vazio existencial” registrado atualmente no SUS. Isso porque, ainda de acordo com o ministro, as primeiras gestões de Lula na Presidência da República foram de forte investimento na expansão das unidades básicas de saúde. Ele ponderou também que o país possui uma vasta rede hospitalar, mas que o “vazio” começa quando o médico recomenda algum tipo de exame.

 

G1

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.