Compartilhe:
Pin Share

Foram divulgados nesta segunda-feira (11) os filmes curta-metragens selecionados para exibição no Fest Aruanda 2023. A 18ª edição do festival acontece de 30 de novembro a 6 de dezembro, no Cinépolis do Manaíra Shopping, em João Pessoa.

De 535 curtas inscritos, doze curtas metragens foram selecionados para a Mostra Competitiva Nacional. Destes, três são da Paraíba: “Alvará”, de Serra da Raiz, tendo como diretor Fernando Abreu; “Pulmão de Pedra”, de João Pessoa; e “O Brilho Cega”, de Lagoa Seca.

O Comitê de Seleção foi formado pelo jornalista e crítico de cinema, Amilton Pinheiro (Curador do Fest Aruanda e Presidente do Comitê de Seleção), Rodrigo Fonseca (Crítico de cinema, dramaturgo e escritor) e Camila de Moraes (Cineasta e Jornalista).

Filmes selecionados para o Fest Aruanda 2023

“Alvará”

Direção: Fernando Abreu; local: Serra da Raiz/PB; gênero: ficção; duração: 13:40

Sinopse: Dudu conseguiu realizar um grande desejo de seu pai. Mas a entrega do presente pode ser adiada.

“Bergamota”

Direção: Hsu Chien; local: Rio de Janeiro/RJ; gênero: ficção; duração: 15:08

Sinopse: Inspirado em fatos reais. Bergamota, nome que a tangerina recebe no sul do Brasil. Essa fruta de cheiro tão característico e por muitos, afrodisíaca, irá deflagrar uma noite de sedução, dança sensual, sangue e vingança em uma corriqueira noite no Rio de Janeiro.

Emerenciana”

Direção: Larissa Nepomuceno; local: Curitiba/PR; gênero: documentário; duração: 1:52

Sinopse: Ela tinha nome, sobrenome e uma história, mas por ser negra e pobre sua identidade foi apagada. Emerenciana Cardoso Neves.

“Feira da Ladra”

Direção: Diego Migliorini; local: São Paulo/SP gênero: ficção; duração: 16:08

Sinopse: Com sua aposentadoria revogada, Sara abre uma feirinha para fazer um dinheiro, inventando histórias para não ter que levar nada de volta para sua solitária casa.

“José Sette Cinema Infernal”

Direção: Sávio Leite; local: Belo Horizonte/MG; gênero: documentário; duração: 10:00

Sinopse: Uma homenagem ao cineasta de invenção Jose Sette. Diretor, roteirista, sonorista, diretor de fotografia e montador. Dirigiu, dentre outros filmes: “Bandalheira Infernal” (1976) e “Um Filme 100% Brazileiro” (1985).

“O Brilho Cega”

Direção: Carlos Mosca; local: Lagoa Seca/PB; gênero: ficção; duração: 14:59

Sinopse: José e João são dois irmãos órfãos, que após toda uma vida de espera, resolvem buscar, juntos, uma Botija. Uma panela cheia de ouro e pedras preciosas, enterrada no Sertão nordestino, que José sonhara na infância.

“O Destino da Senhora Adelaide”

Direção: Breno Alvarenga e Luiza Garcia; local: Belo Horizonte/MG; gênero: animação; duração: 5:41

Sinopse: Um café da manhã pode mudar toda a vida de Adelaide.

“O Presente”

Direção: Ursula Marini; local: Rio de Janeiro/RJ; gênero: ficção; duração: 14:57

Sinopse: “O Presente” apresenta a história de Pillar Vitória, uma atriz que está se preparando para viver Hécuba, a protagonista da tragédia grega de Eurípedes, quando o projeto é cancelado. Ela precisa então se reerguer.

“Pulmão de Pedra”

Direção: Torquato Joel; local: João Pessoa/PB; gênero: documentário; duração: 14:24

Sinopse: Joãozinho trava uma luta insana contra pedras.

“Sereia”

Direção: Estevan de la Fuente; local: Curitiba/PR; gênero: ficção; duração: 14:57

Sinopse: Mudanças climáticas fazem a natureza devastar com fúria uma pequena comunidade de pescadores no litoral do sul do Brasil. É aniversário de Lúcio, criança cheia de imaginação que gosta de desenhar sereias e brincar com bonecas, mas na presença do pai intolerante e violento, o clima em casa não está para festa. Em segredo, sua mãe lhe preparou uma surpresa, um presente que finalmente transformará este em um dia especial.

“Travessia”

Direção: Gabriel Lima; local; Rio de Janeiro/RJ; gênero: ficção; duração: 15:00

Sinopse: Dois personagens têm suas histórias de dores e questionamentos entrelaçadas quando ocupam o mesmo espaço em tempos diferentes. Tempo, esse espaço pequeno em nossas vidas que termina em morte.

“Vão das Almas”

Direção: Edileuza Penha de Souza e Santiago Dellape; local: Brasília/DF; gênero: ficção; duração: 15:00

Sinopse: No Quilombo Kalunga, a profecia da Matinta corta o vilarejo-fantasma do Vão de Almas como uma corrente de ar gelado: “Existem vários tipos de Saci. Pererê é aquele menorzinho, que prega peça. Saçurá faz maldade.”

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.