Empreendedoras de Areia ganham prêmio internacional de turismo no Panamá

Dois empreendimentos de Areia, no Brejo da Paraíba, ganharam um prêmio internacional de turismo, em uma cerimônia que aconteceu no Panamá, na madrugada desta terça-feira (5). As empreendedoras Luciana Balbino e Maria Júlia Baracho, responsáveis pelos negócios, receberam o troféu do prêmio Passaporte Aberto, realizado pela Organização Mundial de Jornalismo Turístico (OMPT), nas categorias “Empreendedores turísticos comprometidos” e “Melhor proposta turística”, respectivamente.

“Ganhar esse prêmio internacional representa a vitória de toda uma comunidade, de toda uma cidade, de todo um estado. Dedico esse troféu à Chã de Jardim, à Areia, à Paraíba e ao Brasil. Estamos muito felizes e emocionadas por termos estado aqui homenageando a todos que tocam esses projetos e celebrando que é possível, sim, cada vez mais, termos qualidade de vida quando a gente trabalha pensando nos outros”, disse Luciana Balbino após receber o prêmio.

Luciana é responsável pelo Restaurante Rural Vó Maria, da comunidade Chã de Jardim, e pela hospedaria Sítio Casa de Vó, que também inclui funcionários da comunidade, que fica em Areia. Ela já apareceu na lista da Forbes como um dos principais nomes de mulheres empreendedoras do País, e já recebeu prêmios, como o Mulher de Negócio, do Sebrae, em 2022.

Na categoria “Empreendedores turísticos comprometidos”, ela concorreu com Felipe Augusto, prefeito de São Sebastião (SP); Taurino Galvan de Rincon Huasteco, de San Luis Potosí, no México; e com José Rodrigues, seringueiro e artesão do Acre.

Já Maria Júlia Baracho é a responsável pelo desenvolvimento do Engenho Triunfo, que produz a cachaça homônima, além de outros empreendimentos relativos à produção de cachaça e do trabalho com a cana de açúcar, empregando trabalhadores da cidade de Areia e de municípios próximos.

Na categoria “Melhor proposta turística”, ela concorreu, por meio do projeto Rota da Cachaça, promovido pelo Engenho, com projetos como: visitas monitoradas de estudantes e turistas em São Sebastião (SP); Rota das Emoções, do Sebrae; Mezcal Patatús, do México; San Luis en Bici, do México; e Sentir para ver, também do México.

Luciana e Maria Júlia foram as únicas representantes da Paraíba no Passaporte Aberto. O prêmio é um reconhecimento da Organização aos jornalistas turísticos que trabalham de forma ética, e também às organizações que colaboram com o trabalho comprometido destes profissionais da comunicação em turismo. Este ano, foram 72 empreendimentos e profissionais nomeados de países como Cuba, Espanha, República Dominicana, Panamá, Chile, Colômbia, Peru, Honduras, Argentina, Brasil, México e Ucrânia.