Compartilhe:
Pin Share

O delegado de Polícia Civil Rodrigo Pinheiro foi afastado de suas funções na Delegacia de Piancó, no Sertão da Paraíba, após ser apontado como o autor de agressões contra um adolescente de 14 anos. O caso aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (28), pouco tempo depois de a vítima se envolver em uma briga com a filha do delegado, que é sua colega de escola.

Ao saber do ocorrido, o policial foi até a casa do estudante e, segundo testemunhas, o espancou, quebrando três dentes e machucando o pulso do jovem.

Delegado-geral da Polícia Civil da Paraíba, André Rabelo disse que, tão logo ficou sabendo do caso, determinou a imediata transferência de Rodrigo Pinheiro, que deixa de ser delegado titular de Piancó. Ele designou ainda, em caráter excepcional, um novo delegado para Piancó.

Em paralelo a isso, decidiu pela abertura de duas investigações para o caso. Uma interna por parte da corregedoria da Polícia Civil, que pode decidir por novas sanções contra o delegado, e outra na instância criminal que vai ser realizada pela Delegacia Regional de Patos.

“Atos como esse não representam a Polícia Civil. Em se tratando de um estudante adolescente de um lado e uma autoridade policial do outro, qualquer reação do delegado é desproporcional”, comentou André Rabelo.

O g1 entrou em contato com o delegado Rodrigo Pinheiro. Ele atendeu ao telefonema, mas desligou em seguida, tão logo soube que falava com a imprensa. Ele se limitou a registrar que não queria falar nada.

Já o Colégio Compacto, de Piancó, informou que a primeira discussão entre os estudantes aconteceu na calçada da escola, e que os responsáveis de ambos foram informados do incidente. Disse ainda que a diretoria e a assessoria jurídica da escola vão se reunir para discutir o caso e saber como proceder.

Por parte da família do adolescente, um primo dele disse que a vítima precisou ser atendida no Hospital Regional de Patos, porque uma lesão na gengiva do jovem não era possível de ser tratada em Piancó. Ele disse também que o adolescente já fez exame de corpo de delito em Patos.

A Polícia Civil da Paraíba informou ainda que tanto o delegado como a vítima e seus familiares estão sendo ouvidos na Delegacia Regional de Patos.

 

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.