Compartilhe:
Pin Share

O corpo de um homem que desapareceu há 4 dias em Juarez Távora foi encontrado enterrado nesta quarta-feira (24) com marcas de tiro e pauladas, em uma região de mata da comunidade Manipeba, entre Gurinhém e Alagoa Grande, no Agreste da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito é amigo de infância da vítima e cometeu o crime porque devia dinheiro à vítima.

Flávio Dias Costa, de 30 anos, foi visto pela última vez no sábado (19), quando câmeras de segurança registraram a vítima e o suspeito conversando em um posto de combustíveis, por volta das 11h30 .

A Polícia afirma que Rogério Bezerra, conhecido por Mãozinha, pediu que a vítima o levasse de carro para cobrar a dívida de um terceiro. A quantia seria utilizada para quitar a dívida com Flávio.

Na segunda-feira (21), o veículo da vítima foi encontrado queimado. Segundo o delegado Wagner Dorta, Flávio foi morto dentro do próprio carro e teve o corpo enterrado por Rogério. O suspeito também roubado uma quantia em dinheiro que estava com a vítima, o que levou a polícia a tratar o caso como latrocínio.

“O crime foi extremamente brutal. Um amigo de infância, jogavam bola juntos na zona rural, praticar um crime desta natureza… é algo que realmente choca”, afirmou o delegado.

Rogério Bezerra está foragido. Qualquer informação sobre o suspeito deve ser repassada para a Polícia Militar, através do 190, ou para o disque denúncia da Polícia Civil, por meio do 197.

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.