Compartilhe:
Pin Share

Numa ação integradas das policiais Militar e Civil, foi preso na manhã desta quinta-feira (24), Josean Araújo dos Santos, vulgo Mago, acusado ser autor de assalto ocorrido na noite de ontem (23) no sítio Tananduba. Da residência foram subtraídos um carro Fiat Strada, aparelho de televisor, caixa de som (JBL), celulares e relógios das vítimas.

De acordo com o comandante do 4º BPM, tenente coronel Sinval Silva, em entrevista ao repórter Zé Roberto, da Constelação FM, Mago Josean em companhia de um comparsa, invadiu uma residência onde mora um casal em Tananduba, amarrou a senhora e seu esposo e praticou tortura em busca de dinheiro e arma.

Com o criminoso os policiais encontraram roupas do exército e capus que eram utilizados nos crimes praticados para esconder o rosto e se camuflar.

“Além amarrar o casal, eles ainda queimaram o braço do cidadão com um isqueiro, o que não é usual em práticas criminosas, exigindo dinheiro e arma de fogo. Esse Mago Josean tem mando de prisão contra ele e já escapou algumas vezes de ações que nós fizemos por ser da área de Tananduba e conhecer bem toda essa região. Ele, com certeza, é autor ou mentor de pelo menos 20 assaltos nessa região e aterrorizava os moradores”, disse Sinval.

O veículo roubado foi abandonado por trás do antigo Caic, no bairro do Nordeste, sem a bateria e as rodas. O assaltante, que é nascido e criado em Tananduba, foi preso no residencial Jáder Pimentel, depois de cerco policial. Com Josean também foi encontrada uma arma utilizada no assalto.

O comandante disse ainda que já sabe quem é o comparsa que esteve com o Mago no assalto contra esse casal e que equipes já estão trabalhando para prendê-lo.

Por Jota Alves

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.