Hospital paralisa hemodiálise em Campina alegando falta de pagamento e prefeitura diz ser mentira

O Hospital Antônio Targino, em Campina Grande, suspendeu nessa segunda-feira (17) os atendimentos no setor de hemodiálise e o atendimento aos pacientes SUS, alegando falta de repasse por parte da Prefeitura. Em nota, a gestão afirmou que está em dia com o pagamento dos serviços referentes à hemodiálise na unidade hospitalar.

“A Secretaria de Saúde de Campina Grande esclarece, ainda, que a direção da unidade hospitalar sequer comunicou previamente a decisão, tendo enviado um comunicado somente às 15h30 desta segunda-feira, depois de ter paralisado os atendimentos e ter repassado a informação inverídica diretamente aos pacientes e seus familiares, o que causou ainda mais angústia e sofrimento para quem já vive batalhando pela vida”, diz trecho da nota emitida pela Prefeitura.

A Secretaria afirmou que recebeu com estranheza a suspensão do serviço e que a suspensão dos atendimentos de pacientes crônicos deveria, obrigatoriamente, ter sido tomada de forma dialogada e planejada, inclusive com anuência do Ministério Público, haja visto o risco iminente às vidas dos pacientes pela descontinuidade do tratamento.