Compartilhe:
Pin Share

O cantor e compositor Ednaldo Pereira ganhou um jogo gratuito para celular inspirado em um universo criado por seus fãs. O jogo, disponível para Android, foi desenvolvido por Pedro Gonçalves, de 19 anos, morador de Pelotas, no Rio Grande do Sul, e fã da personalidade.

O primeiro mapa do jogo é chamado de Guarabira, uma referência direta a cidade do Agreste paraibano onde vive o cantor, e o ponto de partida é a casa de Ednaldo, palco dos inúmeros vídeos publicados nas redes sociais do artista. Segundo o jogo, após uma longa “hibernação”, Ednaldo acorda e deve enfrentar a “Elite Preta”, os vilões do jogo. O objetivo é coletar notas musicais e enfrentar robôs com o seu rosto.

Também é possível alimentar e vestir Ednaldo Pereira, além de montar uma nova Guarabira.

Em entrevista ao g1, o cantor Ednaldo Pereira afirmou que ainda não jogou, mas viu como funciona e gostou. “Bem, eu achei legal, né? Um fã criar um jogo sobre mim, Ednaldo Pereira”, disse o artista.

Pedro Gonçalves é responsável também pelo primeiro jogo sobre Ednaldo Pereira, chamado de ‘Mescladasso’, disponível apenas para computadores, e lançado em 2020. O jogo fez tanto sucesso entre os fãs que o jovem começou a ser cobrado pela versão para celular. Porém, a adaptação para smartphones não seria fácil, por isso o novo jogo é diferente do primeiro.

Segundo Pedro, desde o primeiro lançamento, há três anos, ele planeja a criação do segundo jogo, mas apenas há quatro meses que começou a desenvolvê-lo. O jogo para celular é mais profissional, com anúncios e compras dentro do aplicativo. A história é semelhante ao primeiro jogo, inspirado em um universo criado pelos fãs na internet, que consideram o cantor um “ser poderoso do universo”.

O desenvolvedor explica que os vilões do jogo, a Elite Preta, são inspirados em um canal do Youtube que fazia montagens sobre o cantor. Em vídeo divulgado nas redes sociais, Ednaldo chega a dizer que o perfil pretende colocar os fãs contra cantor e solicita ao YouTube a exclusão do canal.

Eu vi que tinha potencial para pegar esses elementos (do universo fictício do Ednaldo Pereira), dar uma concretizada e colocar em um espaço mais criativo, onde tudo tem conexão. Ficou bem divertido”, explica Pedro Gonçalves.

O ilustrador e produtor de Ednaldo, Gabriel Fleig, de 27 anos, também é um personagem jogável no primeiro jogo e aparece na versão para celular. Ele ficou conhecido após criar uma campanha online e arrecadar dinheiro para comprar um teclado para Ednaldo. Durante a entrega do instrumento, na casa de Fleig, em João Pessoa, o cantor chamou o ilustrador para tocar baixo enquanto ele fazia beat box

 

G1

Compartilhe:
Pin Share

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.