Delegado aponta suspeita de Ana Sophia estar enterrada e fala em “crime de proximidade”

A Polícia Civil da Paraíba continua as investigações sobre o paradeiro de Ana Sophia, 8 anos. A criança desapareceu na última terça-feira (4), quando saiu para brincar na casa de uma amiga, na cidade de Bananeiras, no Brejo da Paraíba. Para o delegado Diógenes Fernandes, responsável pelas investigações, existe a possibilidade da menina ser encontrada sem vida. Ele acredita que o provável crime pode ter sido cometido por alguém próximo à família.

“Há possibilidade de um crime de proximidade, ou seja, que no entorno da residência, possa estar [a criança]. É preciso investigação para esclarecer”