Em depoimento à polícia, pai que atirou em bebê diz que foi acidente, comprova posse legal de arma e é liberado

O homem que teria atirado acidentalmente na própria filha de um mês de vida na tarde desta segunda-feira (05), em Caaporã, no litoral Sul da Paraíba, se apresentou à polícia e foi liberado logo após ser ouvido. A informação foi confirmada com exclusividade ao portal, pelo delegado Ademir Fernandes.

De acordo com o delegado, o homem confirmou a versão de que estava limpando a arma, quando disparou acidentalmente e a bebê no abdômen, e a prima, de 20 anos, na mão. “Atingiu a mão de uma moça, atravessou e  bateu no bebê”, afirmou o delegado Ademir Fernandes ao portal.

Ainda conforme o delegado, o homem possui posse legal de arma e foi liberado após prestar depoimento na delegacia . “O rapaz se apresentou, apresentou a arma, foi ouvido e liberado. A arma foi apreendida. O rapaz parece ser de bem, tem a posse legal da arma, contudo é pensionista do INSS por doença e não tem o fundamental completo, mas conseguiu comprar e regularizar a arma”, acrescentou.

Segundo apurou o portal, a criança está internada na UTI pediátrica do Hospital de Trauma de João Pessoa, onde passou por cirurgia. De acordo com a assessoria, o estado de saúde é considerado grave.

 

Por ClickPB