AGORA: PF realiza operação de busca e apreensão em endereços ligados à Braiscompany

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram na manhã desta quinta-feira (18), a Operação Select II, mais um desdobramento da Operação Halving que investiga crimes contra o sistema financeiro.

Agora, segundo apurado os Policiais Federais cumpriram um Mandado de Busca e Apreensão em município do estado de São Paulo e os endereços onde estão sendo feitas buscas tem relação com a Braiscompany. Esta já é a terceira operação envolvendo a empresa.

Há bastante expectativa de que essas operações levem a possíveis paradeiros do casal Antônio Inácio da Silva Neto e Fabrícia Farias Campos, proprietários da empresa Braiscompany e foragidos da Justiça desde fevereiro.

Nos últimos 4 anos, foram movimentados valores equivalentes a aproximadamente 2 bilhões de reais em criptoativos, em contas vinculadas aos suspeitos. Os investigados responderão pelos crimes previstos nos arts. 7º e 16 da Lei nº 7492/86, art. 1º da Lei nº 9.613/98 e art. 27-E da Lei nº 6.385/76.

O nome da operação é uma alusão à denominação do grupo de gerentes que mais captavam recursos para a empresa, entre as vítimas do esquema investigado.

A Braiscompany se envolveu em uma polêmica financeira com suspeita de atraso de pagamentos de locação de ativos digitais para clientes. Denúncias feitas nas redes sociais deram início ao caso, que desde o dia 6 de fevereiro passou a ser investigado também pelo Ministério Público da Paraíba.

 

Por ClickPB