João Azevêdo inaugura auditório do Instituto dos Cegos e destaca investimentos para fortalecer políticas públicas de inclusão

O governador João Azevêdo inaugurou, nesta terça-feira (16), em João Pessoa, o auditório adaptado do Instituto dos Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha (ICPAC), construído com recursos repassados pelo Governo do Estado, por meio de convênio, no valor de R$ 584,2 mil, com a finalidade de desenvolver ações de atendimento no contexto da assistência social, reabilitação, educação e empregabilidade.Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância do serviço prestado pelo Instituto dos Cegos e parabenizou a entidade pelos 79 anos de fundação. Ele também destacou o compromisso do estado de fortalecer as instituições que promovem a inclusão e cuidado com as pessoas. “É uma satisfação voltar ao espaço em que estivemos há dois anos para entregar o ginásio, que hoje é referência no paradesporto. Nós fazemos um governo de inclusão e desde 2019, o Instituto já recebeu mais de R$ 3 milhões em convênios, garantindo a melhoria dos espaços e das ações disponibilizadas à pessoa com deficiência, contribuindo na transformação de vidas e garantindo muitas oportunidades a quem precisa do olhar atento da gestão pública”, frisou. A secretária de estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), Pollyanna Dutra, celebrou a concretização de mais uma política pública voltada à igualdade de oportunidades. “Esse é um governo que tem a marca do respeito, da cidadania e da dignidade. Entregamos hoje não apenas um prédio de cimento e cal, mas um equipamento sensorial, dotado de toda acessibilidade, dirigido à empregabilidade e pedagogia. Por isso, esse momento tem um simbolismo porque representa avanço, transformação de vidas e valorização das pessoas pelo governo”, falou. A presidente do Instituto dos Cegos, Valéria Cavalcanti, agradeceu ao Governo do Estado pelo compromisso com a entidade, que tem garantido espaços adequados para o atendimento aos usuários. “Esse é o governo que mais investiu no Instituto nos últimos 39 anos, que entregou há dois anos o ginásio paradesportivo e que nos deu a oportunidade de conseguirmos um convênio que conquistou referência nacional e esse auditório entregue hoje nos dará a oportunidade de realizarmos assembleias, capacitações, encontro com as famílias, seminários, dando a oportunidade de estudo e fazendo a diferença na vida de muitas pessoas”, comentou. Marcos Felipe, aluno do Instituto dos Cegos há 35 anos, agradeceu a atenção do governo com a entidade. “Essa é minha segunda casa, onde estudo, pratico esporte e aprendi a ler e escrever e ser agraciado com esse auditório é de muita importância para nós porque esse é um espaço de descoberta de talentos, de aprendizado e de realização de sonhos”, pontuou. A solenidade também foi prestigiada pelo vice-prefeito Léo Bezerra;  deputados estaduais João Gonçalves, Luciano Cartaxo e Tanilson Soares; vereadores Marmuthe Cavalcanti e Zezinho do Botafogo; além de auxiliares da gestão estadual, a exemplo de Lindolfo Pires (secretário da Juventude, Esporte e Lazer); Isaías Gualberto (superintendente do Detran); e Simone Jordão (presidente da Funad). Instituo dos Cegos – A entidade iniciou suas atividades em 16 de maio de 1944, tendo como fundadora Adalgisa Duarte da Cunha e completa hoje 79 anos. A instituição oferece atendimento à pessoa com deficiência intelectual, a cegos e pessoas com baixa visão de todas as idades, desde recém-nascidos até idosos. Aos bebês são oferecidos serviços de estimulação visual, fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional, de acordo com as necessidades individuais. Para crianças e adultos é oferecido o atendimento educacional especializado (AEE) do Ensino Fundamental I e II, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para os idosos, o ICPAC representa um espaço de desenvolvimento, convívio e integração social. O Instituto também foi habilitado em CER II (Centro Especializado em Reabilitação), ampliando o atendimento a pessoas com transtornos do espectro do autismo.

A instituição também disponibiliza serviço de práticas integrativas e complementares (Reiki, Meditação, Yoga, Terapia com Florais, Shiatsu, Acupuntura e Danças Circulares). No espaço ainda funciona um consultório oftalmológico com equipamentos de alta tecnologia e os profissionais mais qualificados da área, com atendimento voltado para pessoas com deficiência visual, crianças com microcefalia, pessoas com patologias oculares, familiares e trabalhadores do instituto, que mantém parceria com o Detran/PB, viabilizando a empregabilidade de 97 pessoas com deficiência.

 

Por Governo da Paraíba