Nilvan Ferreira classifica ação da Polícia Federal como “midiática” e que está sendo usada para esconder erros do governo Lula

Apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro, o radialista Nilvan Ferreira se pronunciou após a Polícia Federal realizar buscas hoje na casa de Jair Bolsonaro e prender o coronel Mauro Cid Barbosa, ex-ajudante de ordens do ex-presidente.

Ele classificou a Operação denominada Venire como “midiática” e que seria um instrumento usado para esconder a incapacidade do governo Lula.

“Até bem pouco tempo atrás a gente assistia a Polícia Federal fazer busca e apreensão em prisões para apreender malas de dinheiro, para prender corrupto e hoje a gente vê uma forma de tentar condenar Bolsonaro por corrupção, por roubo pois não encontraram isso. Aí tentam comprometer a imagem de Bolsonaro numa operação de pirotecnia”, desabafou.

A operação cumpriu 16 mandados de busca e apreensão em Brasília e no Rio de Janeiro, além de seis mandados de prisão. Os celulares de Bolsonaro e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, teriam sido apreendidos, mas não haveria ordem de prisão contra eles.

 

Por ClickPB