Mais de 34 mil inscritos concorrerão em concurso do MPPB; salários superam R$ 8mil

O concurso público para o provimento de cargos efetivos do quadro do Ministério Público da Paraíba (MPPB) recebeu 34.174 inscrições de candidatos às 21 vagas ofertadas e à formação de cadastro de reservas. O salário para analista (nível superior) é de R$ 8.165,44 e para técnico (nível médio) é de R$ 7.037,10, incluindo auxílios.

A Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora do certame, também divulgou que o concurso servirá para a formação de cadastro de reserva para três cargos de analista ministerial (nível superior): analista de sistemas/administrador de banco de dados, assistente social e psicólogo.

Como obtido pelo ClickPB, foram 1.449 inscritos para o cargo de analista ministerial/psicologia, 1.245 para analista ministerial/assistência social e 304 para analista ministerial/administrador de banco de dados. O cargo mais concorrido é o de técnico ministerial sem especialidade, que teve 30.703 inscrições efetivadas, ou seja, 1.535 inscritos para cada uma das 20 vagas disponibilizadas.

Já para a vaga de analista ministerial/desenvolvedor (nível superior), foram efetivadas 473 inscrições. Um total de 8.129 candidatos foram beneficiados com a isenção do pagamento da taxa de inscrição. As provas serão aplicadas no dia 21 de maio.

Das 8.129 isenções de pagamento de taxa deferidas (pessoas que se enquadram nos requisitos legais, como os inscritos no CadÚnico, doadores de medula óssea e de sangue e doadoras de leite materno, entre outros), 7.295 foram para o cargo de técnico ministerial, 411 para o cargo de assistência social, 241 para analista ministerial em psicologia, 100 para o cargo de analista de sistema/administrador de banco de dados e 82 para o de analista de sistema/desenvolvedor.

Listas de inscritos para cotas e condições especiais

A FCC divulgou, ainda, a relação dos candidatos inscritos nas vagas reservadas a pessoas negras e com deficiência e o deferimento de solicitações de provas e condições especiais para realização (fonte ampliada, leitura, software de leitura de tela, tempo adicional e transcrição). O aviso e a lista foram publicados no site da organizada, na última segunda-feira (17).

De acordo com o presidente da comissão do concurso, Reynaldo Serpa, no comunicado, a FCC informou que os candidatos que tiveram os laudos médicos de atestado de espécie e grau ou nível de deficiência negados não concorrerão às vagas reservadas. “É importante ressaltar que os candidatos que solicitaram as condições especiais devem consultar os resultados dos pedidos no site da FCC. Caso constatem que tiveram seus pedidos indeferidos, poderão abrir recurso em até dois dias úteis, exclusivamente por meio do site da banca organizadora (clique AQUI)”.

Inclusão

O concurso reserva 20% das vagas existentes e das que, porventura, surjam no decorrer de sua vigência, a pessoas negras e 10% a pessoas com deficiência.