Polícia diz que autor de atentado em SC sofreu surto psicótico, já havia sido detido e não tem ligação com creche

De acordo com a Polícia, o homem que invadiu uma creche em Santa Catarina e atacou crianças que estavam no local sofreu um surto psicótico. O comandante da Polícia Militar de Blumenau, Alberto Filippi, também revelou que ele tinha passagens pela polícia, mas não possuía nenhuma conexão com o local do incidente. “Ele já tinha passagens pela polícia, mas não sabemos que condenações. Sobre o que aconteceu, sabemos que ele pulou o muro onde estavam cerca de 40 crianças e cometeu essa atrocidade. São quatro óbitos”, disse à jornalistas. As forças de segurança também afirmaram que é falsa a informação de outros ataques. “Foi um caso isolado e várias informações sem fundamento têm circulado com desinformação sobre o caso. O estado de saúde das cinco crianças feridas no ataque é estável de acordo com os boletins médicos do Hospital Santo Antônio e do Hospital Santa Isabel”. O ataque aconteceu na manhã desta quarta-feira, 5, em uma unidade de ensino localizada na Rua dos Caçadores, no bairro de Vila Velha. Ao todo, quatro crianças morreram durante o ataque e outras quatro ficaram feridas e foram encaminhadas para hospitais. As vítimas fatais são três meninos e uma menina.

 

Por Jovem Pan