Compartilhe:
Pin Share

Justiça de São Paulo condenou Rafael Moreira dos Santos, a 37 anos de prisão, pela assassinato da ex-esposa, a paraibana Maria Cecília Aguiar Barbosa. O crime aconteceu em 16 de agosto de 2021. A sentença foi proferida pela juíza Paula Marie Konno, no dia 30 de março deste ano.

O crime de características cruéis foi amplamente noticiado. De acordo com a irmã da vítima, após atirar em Maria Cecília, enquanto ainda ela agonizava, Rafael fez uma chamada de vídeo para a mãe dela, que mora em Campina Grande, no Agreste da Paraíba. A chamada não foi atendida, então, o homem enviou uma foto por um aplicativo de mensagens.

Antes de ser morta com um tiro na cabeça, Maria foi mantida refém pelo suspeito. (Foto: Reprodução/Redes sociais)

 

Natural de Barra de Santana, no Cariri do estado, Maria Cecília de Aguiar foi morta pelo ex-marido que não aceitava o fim do relacionamento, que durou cerca de 20 anos. Ela morava na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo. No dia do assassinato, quando a polícia chegou ao local, Rafael Moreira dos Santos havia atirado na cabeça da ex-esposa e estava com arma em punho. Ele atirou contra os militares. Três policiais ficaram feridos, mas revidaram os tiros e o suspeito também foi baleado.

 

Por Portal T5

Compartilhe:
Pin Share