Compartilhe:
Pin Share

O líder da bancada do União Brasil no Senado, Efraim Filho (União Brasil-PB) criticou, nesta quinta-feira (23), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por insinuar “armação” de Sergio Moro (UB-PR) no caso de plano de facção para matar o senador.

Efraim Filho também saiu em defesa do ex-juiz da Lava Jato e disse que a ameaça contra Moro contra todo o Congresso Nacional, O parlamentar também cobrou resposta legislativa à altura da gravidade do fato, que segundo o paraibano, não merecem “ilações” ou “suposições sem embasamento”.

“Não deveria o presidente da República  levantar suspeitas sem provas acerca do plano de assassinato, de toda uma  família revelado por órgãos de investigação do Estado”, diz trecho de nota assinada por Efraim e divulgada pelo União Brasil.

Efraim diz ainda acreditar na seriedade da Polícia Federal e demais instituições envolvidas na Operação Sequaz que descobriu o plano da facção antes que algum mal pudesse ocorrer com Moro.

MaisPB

 

Compartilhe:
Pin Share