Compartilhe:
Pin Share

A polícia localizou os pais do bebê encontrado morto dentro de uma caixa de sapato, em uma caçamba de lixo, no bairro de Intermares, em João Pessoa. O casal prestou depoimento e alegou na delegacia que a mulher sofreu um aborto espontâneo.

O pai e a mãe, de 21 e 22 anos, respectivamente, são estudantes de medicina. Às autoridades, disseram ainda que não sabiam da gravidez, pois não havia sinais ou sintomas e que somente no início do mês confirmaram a gestação após um teste rápido.

Conforme a polícia, o casal também alegou que as famílias não sabiam que a mulher estava grávida e os dois tinham medo da reação quando descobrissem que eles seriam pais.

Na versão apresentada, os dois disseram que a mulher teria sofrido um abordo espontâneo na tarde da terça-feira (21). No mesmo dia foi possível ver, através das câmeras de segurança de um prédio, quando o bebê foi jogado no lixo.

O corpo do bebê, do sexo masculino, de aproximadamente 30 semanas, foi encontrado por um catador de reciclável que acionou a polícia. Uma perícia deve ser realizada para averiguar se ele já nasceu morto.

 

Por Paraíba Online

Compartilhe:
Pin Share