Em nota, Sistema Correio confirma que “decidiu” não divulgar pesquisa


O Sistema Correio de Comunicação divulgou, na noite de ontem, terça-feira (24), uma nota oficial sobre a decisão de não revelar os números da pesquisa de intenções de voto sobre a sucessão estadual na Paraíba solicitada pela Record Nacional.


O resultado do levantamento realizado pelo Instituto Real Time Big Data, de São Paulo, estava previsto para ser publicado na última segunda-feira (23)

Na nota, o Sistema Correio alega que decidiu não divulgar a pesquisa por “por constatar erro em questionário que a tornaria inválida”.

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), no entanto, autorizou a divulgação dos números, após rejeitar um pedido de impugnação solicitado pelo PTC, partido que no mês passado declarou apoio à pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) ao Governo do Estado.

Blogueiros paraibanos, no entanto, publicaram a informação de que a pesquisa não teria sido divulgada por “pressão externa”.

Os números seriam desfavoráveis à pré-candidatura de Lucélio. E, em sentindo inverso, revelaria números expressivos para o pré-candidato do PSB, que tem o apoio do Governo do Estado.

A pesquisa realizada pelo Instituto Real Time Big Data foi registrada no TRE-PB sob o número 02998/2018.

Leia abaixo a nota lida pela apresentadora Linda Carvalho dentro do programa Jornal da Correio ainda na noite de ontem:

O Sistema Correio de Comunicação esclarece que não registrou tampouco contratou qualquer pesquisa eleitoral para o governo da Paraíba ou o Senado Federal.

Em respeito a seus internautas, ouvintes e telespectadores, a empresa decidiu não aceitar a publicação da pesquisa de número PB 02998/2018, registrada no Tribunal Superior Eleitoral pelo Instituto Real Time Big Data por constatar erro em questionário que a tornaria inválida.

O Sistema Correio que a 65 anos atua no mercado reafirma o compromisso com a verdade, ética e credibilidade em seus veículos.



PB Agora

Nenhum comentário