Mulher é detida suspeita de agredir filho que não queria deixar a casa do pai


Uma mulher de 26 anos foi detida na noite desta segunda-feira (23), em João Pessoa, suspeita de agredir o filho de 7 anos porque ele não queria deixar a casa do pai, onde passou o fim de semana. O menino foi levado para a Central de Polícia Civil pelo pai e pela madrasta.


O menino havia passado o fim de semana na casa do pai e, quando a mãe foi buscá-lo, ele não queria mais ir embora. Ela contou que ele se jogou no chão e quando ela o puxou pelo braço, arranhou a criança com a unha.

“Eu me arrependo, devia ter deixado ele lá, já que ele queria ficar, mas só que eu não posso, não posso fazer gosto de filho, um filho não pode dominar uma mãe”, explicou.

O pai José Hanório Galdino, que levou a criança para a delegacia juntamente com a madrasta, disse que a mãe do menino estava embriagada e sugeriu que ela pegasse a criança apenas nesta terça-feira (24), no entanto, ela não quis entrar em acordo.

O menino ficou machucado na barriga, no rosto e nos braços. Depois de ser ouvida, a mulher foi liberada, mas a criança foi entregue ao pai pelo delegado. A mãe vai responder por lesão corporal e nesta terça-feira a agressão será comunicada ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) para decidir com quem fica a guarda da criança.







 com G1

Nenhum comentário