Tradicional festa de São Pedro em Caiçara terá início esta sexta 29


Nesta sexta e sábado 29 e 30, Caiçara realizara sua 29ª festa de São Pedro, esse ano a festa tem como tema “São Pedro das Sanfonas”. O instrumento estará em evidência no forró pé de serra que ocorrerá a partir das 16h nos dois dias, como também nas três atrações do dia 30, Paroara do Acordeon, Ítalo e Renno e Os Três do Nordeste. Na sexta (29), ocorrerá o 18º Festival de Quadrilhas Juninas.
A festa também renderá homenagem ao mais importante instrumento musical da cultura nordestina, destacando a sanfona na sua decoração e em homenagens a sanfoneiros(as) de destaque nacional.
Porém a motivação maior será a celebração da tradição sanfoneira da cidade. Caiçara é conhecida como celeiro musical por ser terra do grande Maestro Joaquim Pereira (que também tocava sanfona), de tradição de bandas de música, da cantora romântica Fátima Marques, e outros, porém seus destaques na sanfona são notáveis. O pesquisador Jocelino Tomaz apresenta os seguintes destaques:
* Zé do X: Destaque do fole de oito baixos, tendo lançado dez LPs por gravadoras de porte nacional entre os anos 60 e 80;
* Paroara do Acordeon: Há anos com uma carreira bem-sucedida na Bahia e estados vizinhos, já lançou oito CDs, inclusive com participações de nomes como o ator Jackson Antunes e Alcimar Monteiro. Paroara foi eleito melhor sanfoneiro do estado da Bahia em 2011. Será dele o show que abrirá a noite do dia 30;
* Morais do Acordeon: Grande forrozeiro no Rio de Janeiro, já lançou quatro CDs junto com a banda Fera Show, mantém programa de rádio e TV, dirige o Encontro Internacional de Acordeons, que terá sua 4ª edição esse ano, e participa de encontros no exterior;
* Fabinho Salvador: Assim, como Paroara, faz parte da família Salvador, uma das mais tradicionais na arte da sanfona na Paraíba, que tem como referência em Caiçara, o saudoso Severino Salvador. Fabinho já atuou em bandas como Fogo na Roupa, Fubá de Milho, Vadiões do Forró, etc, tocou também com Amazan e atualmente acompanha o forrozeiro baiano Del Feliz, que tem uma carreira consolidada no Brasil e também forte atuação no exterior, onde já recebeu vários prêmios por divulgar nossa cultura;
* Adriano José: Depois de uma carreira de sucesso, tendo gravado vários CDs e DVDs, sendo muito reconhecido na região de Campina Grande e se apresentado Brasil afora, converteu-se a uma igreja evangélica e atualmente inova com seus forrós de louvor, já tendo um CD gravado nesse gênero;
* Mestre Adauto dos Oito Baixos e Família: Depois do “Mestre Adauto”, ter sido pioneiro do fole de oito baixos na região de Caiçara, seu filho “João de Adauto” e seu neto “Dudé do Acordeon” seguem carreira de sucesso no Rio de Janeiro. João de Adauto já tocou com Dominguinhos, Trio Nordestino, Zé Gonzaga, e outros; a família lançou recentemente o segundo CD como “Trio Manero e João de Adauto”;
* Naninha: Era um dos mais requeridos sanfoneiros da região. Fez sucesso também no Rio de Janeiro por um período. Integrou por muitos anos do “Trio Campinense, O Rei do Sertão”, dirigido por Jonildo Cavalcante, renomado apresentador da Rádio Tabajara;
O pesquisador Jocelino Tomaz também destaca os sanfoneiros que desenvolveram e desenvolvem sua arte em Caiçara e região animando bailes nos sítios, festas populares, “puxando” quadrilhas juninas, etc. Entre eles, os saudosos Alfredo Viana, Dedé de Cazuza, Luiz Cardoso, os irmãos Amarantes, Seu Badú Sanfoneiro; e os atuais Chico Caborges e outros membros da mesma família, Chuca e seu filho, Ivanildo Sanfoneiro e seu filho, “Bito” sanfoneiro e outros.
A festa este ano integra o “Circuito Junino do Brejo”, no qual já se deram festividades nas cidades de Serraria, Borborema, Bananeiras, Solânea e que se encerra semana que vem em Belém.
Segundo o Coordenador do Departamento de Cultura da Prefeitura de Caiçara, José Adailton, ao idealizar a temática desse ano e levar Caiçara a integrar o circuito junino, a administração abriu um novo horizonte para essa festa tradicional, que certamente será um sucesso e que só se fortalecerá culturalmente nos próximos anos.
(Com Jocelino Tomaz)

Nenhum comentário