Empregada doméstica acusada de roubar 600 mil é presa na Paraíba

Uma empregada doméstica, acusada de roubar ao menos R$ 600 mil em joias da casa de um representante comercial capixaba, foi presa pela polícia paraibana, na noite desta quinta-feira (11).  A prisão aconteceu no município de Mamanguape, zona da mata do estado. O crime foi cometido em novembro de 2017, na cidade de Vila Velha, no Espírito Santo.

De acordo com informações da Polícia Militar, ela foi detida com aproximadamente R$ 60 mil, em espécie, e uma pistola calibre 380. Ao averiguar a ficha da mulher, agentes encontraram um mandado de prisão contra ela, expedido pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo.

A suspeita estaria passando uma temporada na Paraíba juntamente com um grupo de amigos. Ela teria visitado alguns municípios do estado, incluindo a cidade litorânea de Baía da Traição.

A polícia chegou até o grupo a partir de uma chamada dos funcionários de um Motel. Eles alegaram que clientes não queriam pagar pela estadia. o chegar no local, a polícia avistou o carro do grupo se dirigindo à rodovia, sentido João Pessoa. O agente então resolveram realizar a abordagem que, a princípio, não levantou nenhuma suspeita. Mesmo assim, eles foram conduzidos ao posto da PRF, onde o material foi encontrado em poder da mulher.

De acordo com informações preliminares, a suspeita teria afirmado que, com o produto do roubo, comprou imóveis, gastou em viagens, compras e diversão. Ela foi encaminhada pra DPC de Mamanguape.

O crime

Em novembro de 2017, a família de um empresário de Vila Velha, no Espírito Santo, foi vítima de um furto milionário. Em meados de julho de 2017, a família contratou a suspeita para trabalhar na casa como doméstica.

“Passados os 90 dias de experiência, nós pedimos a carteira de trabalho dela para assinar. Nesse tempo ela nunca deu sinais de não ser uma pessoa confiável”, relata o representante comercial de 43 anos, que não quis ter nome revelado.

Segundo o representante comercial, ele e a esposa saíram de casa enquanto a mulher fazia a limpeza da residência. Por volta das 15h30, quando voltaram, perceberam que o dinheiro e as joias haviam sumido.

Eles, então, pediram as imagens de videomonitoramento do prédio e constataram que a doméstica saiu do condomínio por volta das 10h40, carregando uma sacola e uma bolsa.

O dono do apartamento disse que tentou contato com a funcionária, mas há pouco tempo ela havia dito que o celular tinha sido roubado.

Confiança

O representante comercial contou que já teve outras funcionárias em casa, mas nunca passou por esse tipo de situação antes. Ele lembra que a doméstica era simpática e só foi contratada porque tinha referências.

“Ela tratava a nossa filha bem e sempre foi muito simpática com a gente. Não imaginamos que algo assim pudesse acontecer”, afirmou.

O casal registrou boletim de ocorrência na 2ª Delegacia Regional de Vila Velha. Eles também usaram as redes sociais para pedir ajuda para localizar a doméstica.






Léo Ferreira

Nenhum comentário