Ricardo Marcelo defende candidatura do PMDB e diz que ninguém é candidato de todo jeito


O deputado estadual Ricardo Marcelo defendeu a candidatura própria do PMDB em 2018 e ressaltou que ninguém pode ser candidato de todo jeito. Em entrevista na manhã desta terça-feira (21), ele afirmou que “existem negociações, existe busca de acordos porque você também não pode sair sozinho, você tem que aglutinar forças para que a gente possa ter uma candidatura bem posta e bem robusta”.

Ricardo Marcelo ainda ressaltou que para compor uma candidatura é preciso que haja uma cessão. “Eu acho que o PSDB e o PSD são partidos que estão se propondo a fazer oposição e acho que a oposição tem que ser construída na forma do consenso e não imposição”, afirmou o deputado dizendo ainda acreditar em um consenso.

O candidato a governador pelo PMDB seria o senador José Maranhão, que representa muito bem a legenda, de acordo com Ricardo Marcelo. “É necessária essa candidatura dele e todos do PMDB o apoiam com a maior tranquilidade possível”, considera o deputado.

A defesa de Ricardo Marcelo é para que o PMSB abandone a posição de coadjuvante que vem adotando nas últimas eleições, já que não ele acredita que o partido estaria sendo privilegiado à altura dos apoios concedidos. “Só faz alavancar e de certa forma não é reconhecido pelas posições que tem tomado na forma de apoio de candidaturas e projetos”, lamentou Ricardo Marcelo.

De acordo com o deputado, é o povo quem deve decidir sobre quem deve ou não participar do próximo pleito. “Acho que é muito impreciso, é muito impopular alguém chegar e bater o pé e dizer que é candidato de toda forma”, criticou Ricardo Marcelo. Além disso, ele ressaltou que “o PMDB hoje é um partido muito cobiçado, mas é necessário que nós tenhamos a condição de fazer com que aponte um candidato e que esse candidato venha aglutinar forças”.







Click PB

Nenhum comentário