Família entrega relatório com questionamentos sobre morte do Padre Pedro e delegado do caso designa nova equipe para investigação


O Delegado Seccional de Polícia Civil de Solânea (PB), Diógenes Fernandes, conversou com exclusividade com o radialista Pedro Júnior, e explicou o surgimento de novas informações relacionadas ao caso de repercussão envolvendo o Padre Pedro Gomes Bezerra, assassinado a facadas no dia (23) de agosto, na casa paroquia na cidade de Borborema, na Paraíba.

De acordo com o delegado, ele ainda é o titular do caso e teria designado a equipe do Delegado Pablo Everton, para juntos trabalharem na investigação dos questionamentos que foram feitos pela família do religioso durante conversar intermediada pelo Deputado Federal Luiz Couto (PT) com o Secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima.

O delegado explicou que não existe nenhum tipo de investigação paralela e nem detetive trabalhando no caso. "É a mesma equipe desde o fato. Eu apenas designei a equipe do delegado Pablo para ajudar no aprofundamento das investigações", frisou Diógenes.

Diógenes adiantou ainda que as investigações estão bem adiantadas. O elemento envolvido no questionamento de um empréstimo realizado pelo padre, também foi ouvido e investigado. O delegado disse que não é a linha que leva ao crime e que já foi esclarecido. Infelizmente não houve a prisão ainda do ex-coroinha envolvido no crime.

Através de uma orientação, após o final dos trabalhos a secretaria de estado irá divulgar o resultado dessas novas investigações. "A investigação foi feita com muito sucesso, responsabilidade, empenho e força de vontade de toda equipe", finalizou o delegado.








Pedro Júnior

Nenhum comentário