Três padastros são acusados de abusar enteadas


Um homem foi preso nessa sexta-feira (6), suspeito de estuprar a enteada de 14 anos, no bairro de Nova Brasília em Campina Grande. É o terceiro caso em apenas uma semana na Paraíba.


A Polícia Militar divulgou que recebeu denúncias de que a adolescente e a mãe dela seriam mantidas em cárcere privado, mas no local foi constatado que a menina era estuprada pelo padrasto.

Segundo a PM, a mãe dela saía para trabalhar e o padrasto colocava a irmã de oito anos da adolescente para dormir. Depois disso, a menina de 14 anos era abusada pelo padrasto. O relatório da PM diz que os relatos foram repassados pela vítima e que ela seria estuprada “há muito tempo”, sem informar o período exato do crime.

Ele foi levado para a delegacia onde está preso. Segundo a delegada Alba Tânia, que recebeu o caso, ele permanece na prisão porque houve estupro.

Este é o terceiro caso de padrasto que estupra enteada em apenas uma semana. Na terça-feira (3), um homem foi preso suspeito de estuprar e engravidar a enteada de 14 anos, em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba.

Um dia depois, um vigilante de uma escola pública de Patos, também no Sertão foi preso suspeito de estuprar a enteada, uma menina de dez anos de idade. O crime ocorria na cidade onde eles moram, São José do Bonfim, que fica na região de Patos.







Portal correio