Homem mata ex, filhos dela e depois comete suicídio


"Infelizmente é um crime inesperado e impossível de ser combatido ou prevenido”, é o que afirma o policial militar Gledes Nelson Marques que atendeu a ocorrência de um homem de 55 anos que matou a família e depois cometeu suicídio em General Salgado (SP), na madrugada desta quarta-feira (11).

Segundo a polícia, Valteni Ferrari matou a ex-companheira Sandra Regina dos Santos, de 37 anos, e dois filhos dela, o jovem Erick Weslei dos Santos, de 19, e a adolescente Vitória Yasmin dos Santos Ferrari, de 14. O crime foi cometido com um canivete na casa da família, no bairro Cohab III.

De acordo com a PM, as vítimas tentaram se defender com um facão e um pedaço de madeira. O filho do casal, de 9 anos, conseguiu escapar porque se escondeu embaixo da cama de um dos quartos. A polícia informou que foi o menino quem acionou a PM após ver o irmão ser morto.

O namorado de Vitória Yasmin também estava na casa no momento do crime. Ele conta que a família tomava café da manhã quando o homem invadiu a casa. “Ele pulou o muro e veio pra cima da Sandra. Aí eu saí para pedir ajuda”, afirma o jovem.

Ainda segundo a polícia, tudo teria começado há um mês, quando a família denunciou o suspeito por abuso sexual contra a filha da ex-companheira, de 14 anos.

A Polícia Civil investiga a suspeita de abuso. O filho do casal está na casa de uma tia e será acompanhado pelo Conselho Tutelar.






G1