Em Guarabira, casal é preso após empréstimo de R$ 17 mil em nome de outra pessoa


Um casal que reside em Campina Grande foi preso nesta quarta-feira (13), no centro da cidade de Guarabira, ao fazer um empréstimo no valor de R$ 17 mil utilizando um documento no nome de outra pessoa. O proprietário do estabelecimento desconfiou que se tratava de um golpe porque o casal utilizou o documento com a foto do acusado, mas no nome de uma pessoa bastante conhecida na cidade.

As prisões foram feitas por policiais do Núcleo de Inteligência e do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional da Polícia Civil. De acordo com informações passadas pelo proprietário do estabelecimento comercial aos policiais, a mulher já tinha feito outros quatro empréstimos no mesmo local, no nome de outras pessoas, totalizando mais de R$ 42 mil.

Ao ser presa, a mulher, que tem 25 anos e que reside no bairro de José Pinheiro, confessou que usava nome falso. Ela disse que receberia R$ 1 mil pelo empréstimo realizado, mas foi reconhecida por ter realizado outros empréstimos em nome de terceiros. O homem tem 46 anos e reside no bairro do Quarenta. Os dois foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil, onde foram autuados em flagrante por estelionato e falsificação de documento.  











Aguinaldo Mota