Mulher simula o próprio sequestro por estar carente de atenção da família


Uma mulher foi presa por simular o próprio sequestro para a família, em Sobral, norte do Ceará, pedindo como resgate a quantia de R$ 2 mil reais. Titular da delegacia da região, o delegado Márcio Lopes da Silva, comentou que os áudios gravados e enviados para os familiares era da própria mulher que imitava a voz de um suposto sequestrador. Para tentar conseguir forjar o sequestro, a mulher ainda postou fotos para convencer os familiares. As gravações e a postagem foram feitas na madrugada de terça-feira (09/05), de acordo com a polícia.

Ainda segundo a polícia, a negociação entre a família e a suposta vítima foi feita por mensagens com o celular dela, que é professora e tem 25 anos. Nas gravações consta o pedido de R$ 2 mil pela libertação, com diversas mensagens de ameaças.

"Nós quer 2 mil real pra soltar ela. Aqui é o CMDL, entendeu, é o comando daqui. É nós que manda (...) se meter os homem aí no mei o negócio vai ferver pra ela, sacou maluco, sacou..", diz um trecho com voz do suposto sequestrador.

A professora não realizou tudo só, conforme a polícia, pois contou a ajuda de um amigo, um homem de 29 anos. O crime foi confessado em depoimento que disse estar se sentindo sozinha e desprezada pela família e, por isso, simulou o próprio sequestro.

A dupla foi presa nesta quarta-feira (10/05) e conduzida para a Cadeia Pública de Sobral. Ambos vão responder por crime de extorsão qualificado e, se forem condenados, podem pegar até dez anos de prisão.





180 Graus