Agente penitenciário federal morre após reagir a assalto e matar suspeito na PB


Um agente penitenciário federal de 33 anos morreu no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande após ser esfaqueado depois de reagir a uma tentativa de assalto na quarta-feira (12), em Alagoa Grande, no Agreste paraibano. De acordo com a Polícia Militar, mesmo ferido o agente ainda conseguiu balear o suspeito, que morreu no local.

Segundo a PM, a vítima estava na rua com outra pessoa quando dois homens armados com facas chegaram e anunciaram o assalto. Após pegar os objetos do agente e de outra vítima, os homens correram e o agente começou uma perseguição, chegando a alcançar um dos suspeitos.

Vítima foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos


Os dois entraram em luta corporal e durante a briga o suspeito atingiu um golpe de faca no pescoço do agente, que ainda ferido conseguiu sacar a arma e atirar contra o assaltante, que morreu no local.
O agente foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o hospital, mas não resistiu. Ele atuava em uma penitenciária federal no Rio Grande do Norte.
Ainda segundo a PM, a arma do agente e uma motocicleta utilizada pelos suspeitos foram apreendidas e entregues à Polícia Civil. Até as 8h30 desta quinta-feira (13), o outro assaltante não foi localizado.









g1