UEPB pode cancelar contratos de 300 professores substitutos e técnicos


O professor Nelson Júnior, presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba – ADUEPB, disse que cerca de 300 professores substitutos poderão ter seus contratos cancelados na UEPB, assim como dezenas de técnicos administrativos e técnicos de laboratórios.

Nelson adiantou que essa proposta será enviada pela reitoria da universidade para a análise, debate e aprovação do Consuni, mas ainda não foi informado se esse envio já foi efetuado.

“O que eu tenho ouvido no noticiário é que ele vai cortar os professores substitutos da universidade, os técnicos temporários também, e vai reduzir uma entrada de estudantes na universidade, ou seja, menos 2.700 alunos. O sindicado dos professores da UEPB não concorda com essa iniciativa do reitor. A gente entende que o estado está em crise, o governo vem cortando drasticamente o orçamento da universidade, do orçamento aprovado, ele (governador) cortou R$ 27 milhões, mas entendemos que é necessário enfrentar o debate com o governo para mudar a situação. O reitor não enfrenta e prefere reduzir o tamanho da universidade. Vamos exigir que o governo cumpra com o orçamento aprovado na Assembleia para que a universidade cumpra com o seu papel”, disse o presidente.


A ADUEPB está organizando movimentos e debates com professores e técnicos em todos os oito campi da Universidade.





Primeiras Notícias