Morador de rua é aprovado em 2º na Federal do RN


Um morador de rua do Rio Grande do Norte, de 34 anos, decidiu recentemente voltar a estudar e fazer a prova do Enem. Utilizando-se da leitura de livros da minibiblioteca do Coletivo For All e obras emprestadas por um sebo, Mário Batista da Cruz Júnior foi aprovado em segundo lugar para o curso de administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O novo universitário recebeu o apoio do Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro POP), mantido pela Prefeitura do município de Parnamirim. Local onde também passa todas as noites e recebe atendimento social, jurídico e psicológico. O objetivo dele, porém, é de que em breve, possa se mudar para uma residência universitária.

Além dos livros, jornais e revistas também fazem parte do ambiente de leitura de novo calouro de administração. Pronto para viver uma experiência inédita, Mário se diz pronto para dar novos caminhos na vida. “Tudo que eu tenho de bens materiais eu posso vir a perder, mas o conhecimento que eu tenho, que eu coloco para dentro da minha cabeça, nunca vou perder”, disse em entrevista ao site G1. “Vou fazer de tudo para estabilizar a minha vida, conseguir firmar meus pés nessa nova fase de estudo, refazer os laços familiares e ter dignidade de verdade”, complementou.

O desejo de estabilizar a vida e refazer laços familiares têm ligação com uma lembrança do passado que o deixou na situação atual de morador de rua, na época em que largou os estudos. Ainda jovem, Mário começou a usar drogas e álcool e terminou se tornando dependente químico.

Aproveitando a nova oportunidade que conquistou, o morador de rua já fez sua matricula na UFRN com ajuda da coordenadora do Centro POP, Angélica Rocha, e espera em breve abrir portas no mercado de trabalho.



leija