Bananeiras: Reportagem trás dilema de aluno que estaria estudando em escola improvisada na garagem

imagem da internet

Uma reportagem trazida pelo Radialista João Moura, na Talismã FM na terça-feira (14) revelou uma realidade longe de ser a que muitos imaginariam que pudesse acontecer em um dos municípios mais "desenvolvidos" da região.

Em Bananeiras, uma avó relatou ao repórter que no sitio Gamelas uma escola que foi prometida ser entregue há mais de 1 ano pelo atual prefeito Douglas Lucena, ainda não foi concluída e seu neto estaria estudando em uma escola improvisada na garagem. Segundo dona Marilene Jeronimo, o prefeito teria visitado a comunidade e garantido entregar a reforma da escola o que não aconteceu até hoje. 

Município tido como referencia no turismo e em qualidade de vida, apresenta mais uma vez a distorção da realidade de quem mora no município para quem apenas passa de visita, várias problemáticas já foram registradas trazendo o contraste do que é apresentado. Fatos como o mercado público em condições insalubres, agricultores não assistidos em algumas comunidades, escola no assentamento Nossa Senhora de Fátima que precisou da pressão popular para sair do papel, são alguns dos problemas básicos que já foram alvos de reportagens em Bananeiras.

Em contato com o prefeito Douglas Lucena para explicar o fato que vem ocorrendo na escola do sitio Gamelas, nossa redação obteve o seguinte posicionamento:

Caro Felipe, a referida escola está sendo reformada, as obras já totalizam mais de 80% do previsto. Depois de duas licitações, após a primeira empresa abandonar a obra, posso atestar que as aulas voltarão na escola renovada. Convém destacar que o município não recebeu ainda nenhum repasse referente a este convênio, mesmo assim, as obras continuaram e serão entregues à população.